Get Social With Us
Marcela Ardore | Branding Specialist
19344
home,page,page-id-19344,page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,ajax_fade,page_not_loaded,,content_with_no_min_height,select-theme-ver-2.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.2.3,vc_responsive

“Eu jamais colocaria meu nome em um produto que não tenha em si o melhor do que há em mim” John Deere

PERFIL

pasted-image-filtered-84 Marcela Ardore – Estudiosa, pesquisadora, mas, acima de tudo, apaixonada por Branding desde os seus 17 anos. Formada em Comunicação Social com especialização em marcas pela ESPM e pós-graduada em “A Cultura do Perfume” pela FASM e em “Gestão Estratégica de Marcas” pela FIA/USP, também tem especialização em “International Branding” pela Universidade McGill, no Canadá. Atualmente trabalha na multinacional suíça de fragrâncias e aromas Firmenich.

E assim como as marcas, as pessoas também são compostas por valores e guiadas por princípios que refletem a sua essência em cada detalhe e em todas as suas atitudes por menor que essa seja. Existem valores atemporais e outros que chegam para integrar um momento específico de nossa vida. Como a vida, os valores estão sempre evoluindo e se ajustando, alguns até ganham uma uma nova perspectiva ou uma diferente nuance.

Seus valores atemporais incluem: ética, integridade,respeito, determinação, detalhes, sensibilidade, compaixão e intensidade (em tudo o que faz).

Sempre teve valores fortes, porém, sentia falta de valores mais tênues que são igualmente importantes como equilíbrio, transparência (para pessoas tímidas isso é difícil), harmonia, serenidade e resiliência que tenta sempre incorporar na sua vida.

Porém, não adiante apenas ter valores, o essencial é vivenciá-los no dia a dia, colocá-los em prática e isso é um aprendizado constante, tanto para as pessoas quanto para as marcas, que devem alinhar suas teorias com as suas práticas, ou seja, as práticas devem ser um reflexo real dos seus discursos e anseios.

 Já seu Propósito de vida é tornar as marcas, os relacionamentos e a vida em geral mais humana, significativa e especial em cada detalhe e em todo o momento e local!

Missão: Dar vida às marcas – novas ou atuais – e mostrar às pessoas que espaços de marcas humanas realmente existem e que elas devem não apenas ir atrás de uma como fazer do seu espaço mais humano, seja ela comercial, residencial ou ambas, deixando um pouco da sua marca em cada pedaço e que começa pelas pessoas que entram pela sua porta de entrada!

 

 

 

 

O Logotipo

 

O logotipo representa a visão da Marcela sobre o Branding: a integração entre os stakeholders de uma marca por um mesmo sonho e paixão. Uma dança constante entre sua expressão e realização.

Representa a essência da marca na parte central envolta dos seus funcionários e parceiros, posteriormente pelos seus clientes em forma de coração e depois pela comunidade que está inserida e o meio ambiente.

As cores verde e roxa foram utilizadas pois representam a mescla entre frescor e crescimento com intuição e prosperidade. A união entre o natural e o transcendente. E também de terem uma conexão emocional com a Marcela (sem um motivo específico para esse encantamento dessa junção de cores tão fascinantes!)

A Marcela

Uma definição nunca é definitiva pois está sempre em evolução e aperfeiçoamento constante, mas um pouco sobre a Marcela e sua história…

Apaixonada por astrologia, é uma Pisciana {sensível, emotiva, sonhadora e altruísta} com ascendente em gêmeos {intelectual e curiosa} e com muitos elementos em Capricórnio {perseverante, focada e dedicada} é uma idealista entusiasta, porém, muito determinada.

 

Apaixonada pelas coisas sensíveis das vida na qual incluem livros, músicas e filmes, gosta de estar em contato com a natureza e junto com a sua família. Seu paraíso? Uma livraria repleta de livros em um ambiente aconchegante! A sua paixão particular? Definitivamente Branding!

 

Marcela sempre gostou de observar as marcas em seus níveis mais sublimes através das experiências, dos relacionamentos, dos ambientes dos estabelecimentos e da cultura das marcas que muitas vezes realmente marcam a vida das pessoas, seja através de um atendimento atencioso e eficaz, de um ambiente acolhedor, de produtos/serviços que superem as suas expectativas, tornando assim, a experiência com a marca mais rica e significativa!

 

Esse interesse iniciou-se em meados de 2004, quando tinha até então 16 anos, mas não sabia que tinha um ‘nome’. Foi quando entrou em uma livraria e pegou por acaso o maior livro de marketing e advinha aonde abriu?! Sim, no capítulo fininho de branding! Surpresa, pensou: “Então o que eu sempre imaginei se chama branding!! É exatamente isso o que eu sempre sonhei (mas não sabia como se chamava) e será o que eu irei fazer!”.

 

Resolveu fazer um curso livre sobre design mas no final percebeu que não tinha habilidade (bem que gostaria!) para criação de marcas mas calcular o seu valor financeiro também era algo frio e racional. Entrou por acaso no site da ESPM e viu que na grade curricular do curso de comunicação social com ênfase em propaganda e marketing tinha especialização em marcas (a única do país). Não pensou duas vezes: é essa!

 

No terceiro colegial enquanto seus colegas de classe nem sabiam o que iriam prestar e liam livros de vestibular ela já pesquisava o universo das marcas e comprou o seu primeiro livro de branding “A emoção das marcas” do renomado autor Marc Gobé por hobbie, antes mesmo de ingressar na faculdade. E, por coincidência, na bancada da recepção do seu colégio às vezes tinha exemplares de uma revistinha sobre branding que acreditava ser mais um “sinal”.

 

Em janeiro de 2006 depois do vestibular e antes de viajar para Florianópolis com a família, separou a documentação certinha e naquele paraíso relaxava (mesmo um pouco ansiosa) e meditava focada em seu sonho. Quando estavam no meio do caminho em Curitiba de volta para casa, seu pai recebeu uma ligação e instantes depois parou o carro do nada num restaurante de estrada, saiu do carro, abriu a porta de trás onde estava e falou emocionado (e seu pai é geralmente contido mas também animado): “Filha, você não vai acreditar… Você foi aprovada!! No momento foi uma mistura de surpresa com uma forte emoção!! Seu pai lhe abraçou fortemente assim como sua minha mãe e irmão e seguiram a vigem, porém, nunca irá se esquecer desta atitude “surpresa” e inusitada do seu pai… E detalhe: a secretária da faculdade tentou ligar várias vezes no seu celular (mas tinha esquecido dentro da mala que estava no porta-malas) mas graças à Deus a moça não desistiu.

 

Em fevereiro de 2006, no primeiro dia de aula, Marcela era uma das poucas que já sabia exatamente o que queria fazer da vida e o que estava fazendo lá. Enquanto seguia os estudos obrigatórios da faculdade, em paralelo também estudava e pesquisava tudo sobre o universo fascinante e apaixonante de branding – e era o que mais gostava! Participava – e ainda participa – de cursos e palestras tanto de branding quanto de outros temas de seu interesse, tanto pessoal quanto profissional, aliás, não enxerga as duas esferas separadas e sim inter-relacionadas.

A Marcela sempre foi apaixonada pela ESPM (sim, pela faculdade em si) mas não foi fácil, sentiu muita falta do lado “human” por isso brincava falando que enquanto a sua cabeça está lá focada nos estudos, seu coração e alma estavam em Vinhedo com sua família e amigas, mas como sempre foi muito determinada não desistiu do seu grande sonho e, mesmo já formada, ainda sente uma grande admiração e ligação emocional com aquela “brand” e seu “space”. Adorava passar na biblioteca nos intervalos para verificar e folhear os livros novos que para ela eram muito mais interessantes e não perdia tempo, sempre aprendia algo novo e interessante para acrescentar ao seu repertório e quando via o tempo já tinha ido! E claro, adorava passar o intervalo ao ar livre em algum banquinho revisando os estudos ou lendo algum dos seus livros!

E durante os quatro anos ia de Vinhedo para São Paulo, sendo que os dois primeiros de ônibus e os outros dois de fretado. Mas não era um sacrifício, adorava pegar o metrô e ir para a rodoviária, era uma aventura diária que gostava enquanto muitos achavam cansativo. Quando chegava em sua cidade conseguia se ‘desligar’ da faculdade, relaxar e ser simplesmente ela mesma!

 

Em abril de 2009 descobriu por acaso um curso sobre ‘International Branding’ e ‘Cross Cultural Management’ na Universidade McGill em Montréal, no Canadá, que tinha uma parceria com a ESPM. Sem pensar muito se inscreveu no programa e em poucos dias resolveu tudo na maior correria (aliás, o passaporte ficou pronto apenas na manhã do dia do embarque!). Acredita que tudo ocorreu muito rapidamente para que não pudesse pensar muito, tanto antes quanto durante a viagem.

 

Aqueles dias de primavera no Canadá foram maravilhosos, era como se estivesse dentro de um sonho! Tudo era tão vivo, colorido e cheio de emoção!! Além de realizar o curso, ficou encantada com o país, sua cultura, tulipas e arquitetura!  Ela voltou para a ‘realidade’ com a energia renovada e inspirada para realizar seu  TCC sobre “Co-branding ” (Parceria de Marcas) que fez com muita curiosidade e dedicação!

 

O  último dia foi o mais especial de todos, a cereja do bolo! Sempre foi uma criança ‘fim de festa’ que se animava quando a festa estava terminando e se sentiu exatamente assim naquele dia depois de ouvir tantas palavras de apreço, reconhecimento e admiração dos jurados da bancada.  Inclusive um deles disse: “Marcela, isso tudo não pode ficar guardado apenas para si, você tem que compartilhar!”. Mas na época nem pensava em ter um blog, era apenas uma coisa sua.  Enfim,  aquele dia fez aqueles anos difíceis de tanto empenho e dedicação valerem a pena, fechando com “chave de ouro” aquele ciclo.

 

Depois da sua graduação na ESPM realizou duas pós-graduações, a primeira em “A Cultura do Perfume” pela FASM em 2011 e em “Gestão Estratégica de Marcas” pela FIA/USP em 2013.  Em 2014 recebeu um conselho muito especial do Instituto Capitalismo Consciente do Brasil para lançar o seu TCC intitulado de “Marcas Conduzidas por Valores” em livro que um dia espera muito lançar.

 

Em 2015 resolveu criar um blog como aquele professor aconselhou, para compartilhar todo o seu conhecimento e entusiasmo por Branding e sua visão específica sobre o tema para mais e mais pessoas.

E alguns de vocês devem estar se perguntando: “Mas porque seu blog chama-se ‘Human Brand’s Space? Além da visão de branding já citada anteriormente, a Marcela  sempre teve uma ligação especial com os lugares, algo indescritível… Mas não se refere à lugares extraordinários de viagens, mas sim de lugares do dia-a-dia, de estabelecimentos comerciais/estudantis e até residenciais! Aliás, sempre teve uma imensa curiosidade de conhecer as casas das pessoas do meu condomínio, de conhecer suas histórias, trajetórias, rotinas e a casa em si!

E um ponto crucial: depois de trabalhar em vários lugares frustrantes que não tinham nada a ver com ela e seus valores, em ambientais que não se sentia acolhida, percebeu que o local é mais importante que o trabalho em si. Não apenas o local fisicamente falando, mas das pessoas que dele fazem parte e a maneira como vivenciam, enfim, a sua cultura. .

Depois de muita luta finalmente encontrou a sua paz profissional na sua ‘Human Brand’s Space’ que sempre sonhou (mas assim como branding não sabia se realmente existia ou como se chamava)! E deseja que todas as pessoas encontrem a sua ‘Human Brand’s Space’ aonde realizem todo o seu potencial!

Para Marcela cada marca é uma pedra preciosa que deve ser sempre lapidada com atenção e aprimoramento para manter sua coerência e alinhamento com os seus mais profundos valores, princípios, missão e suas pessoas, apresentando ao mundo a sua essência que a torna única e especial na vida de tantas pessoas, tanto de fora quanto de dentro, em lugar(es) que acolhe e compartilha histórias, emoções e sensações!

 

A marca é uma dança entre sua expressão (física, racional e emocional) com seus parceiros (stakeholders) sempre em movimento e que deve estar em perfeita harmonia com a sua filosofia aonde quer que esteja!